Algumas dicas de como decorar uma loja


Independente do tamanho da loja, do público alvo e dos produtos que serão vendidos, é sempre muito complicada a decoração em uma loja.

Porquê? Pois bem, uma loja é um local onde dezenas, centenas ou até mesmo milhares de pessoas passarão em frente dela em apenas um dia. Mas será que todas vão entrar? Não! Algumas porque não tem dinheiro, outras porque não querem comprar o produto vendido e outras pelo simples fato da loja não chamar nenhum pouco a atenção ou não agradar.

Por isso, reuni algumas dicas que podem ajudar você na hora de pensar em como será a sua loja:

-O primeiro passo é sempre pensar no produto que você vai vender e entender qual é o público alvo. Por exemplo, se você quer vender roupas exclusivas para mulheres em um shopping, o seu público alvo provavelmente seja mulheres modernas, com alto ou médio padrão de vida. Um outro exemplo seria uma loja de calçados na rua, dessa forma o seu público seria mais popular e abrangente.

-Definido o primeiro passo, você tem que entender como é o seu público: se gosta de preço baixo, de peças exclusivas, de cores neutras ou cores vibrantes. Para isso visite muitas lojas que serão parecidas com a sua, mas que sejam TOP naquilo que vendem. Inspirem-se! Mas não copiem nada!

-As cores: As cores também dependerão do público e do produto. Uma loja infantil por exemplo, precisará de cores para chamar a atenção das crianças que hoje já pedem para seus pais “Mamãe, eu quero aquele sapato”.

– Materiais: Tenha cuidado para não poluir visualmente sua loja. Ela precisa chamar a atenção por ser bonita e não por ser um carnaval de coisas. Um exemplo legal é uma loja para homens skatistas ou surfistas utilizar madeiras de demolição ou ladrílho hidráulico que podem ficar bem moderno e masculino se bem utilizado.

-Circulação: Não importa qual o tipo de loja que você tenha, ela tem que ser acessível para todo tipo de pessoa, deficientes ou não. Ela precisa, por exemplo, de um bom espaço de circulação para cadeiras de rodas.

– Layout: Construa o layout da sua loja em cima de uma planta baixa. Utilize várias cópias da planta para estudar até chegar a melhor opção. Mude o local dos expositores, do caixa, dos provadores e até mesmo do estoque se necessário. O importante é ter boa circulação e atender a todas as suas necessidades.

-Iluminação: Contrate um profissional especializado para faze-la. Existem muitos tipos de lampadas que podem auxiliar ou prejudicar a sua loja. Lampadas fluorescentes, por exemplo, não valorizam em nada no provador.

-Vitrine: Modifique-a com freqüência. É muito chato passar em frente uma loja e ver sempre os mesmos produtos expostos. Utilize objetos para decorá-la junto aos manequins, como skates, pranchas de surf, bolas, cadeiras, luminárias e até mesmo almofadas. Quando a estação do ano mudar, não esqueça de adaptar a vitrine a ela.

Use seu instinto e crie formas novas de expor e vender seus produtos. Chame a atenção das pessoas para o produtos com cores, luz, fitas ou outros acessórios. Faça etiquetas de preços coloridas, promoções, cartão de visita…

Por fim, ouse! Se sua loja for ousada e estiver de acordo com seu público, você irá muito bem nos negócios.

4 Comments

  1. suelen martins 1 de maio de 2012
  2. luis fernando costa 25 de maio de 2012
  3. MARRY MACHADO 31 de janeiro de 2013
  4. Juliano 5 de março de 2014

Deixe seu comentário