O conceito no design de interiores


Na faculdade aprendi a trabalhar com referencias temáticas e semânticas, durante esse tempo todo ouvi que o designer precisa trabalhar com conceitos para valorizar seu trabalho. No inicio, trabalhar dessa forma parece ser um pouco complicado já que é necessário cuidar para que o projeto não fique muito caricato. Devemos ter sutileza e cuidado nas nossas especificações.

Conceito (do latim conceptus, do verbo concipere, que significa “conter completamente”, “formar dentro de si”) é aquilo que a mente concebe ou entende: uma ideia ou noção, representação geral e abstracta de uma realidade. Pode ser também definido como uma unidade semântica, um símbolo mental ou uma “unidade de conhecimento”. Um conceito corresponde geralmente a uma representação numa linguagem ou simbologia. O termo é usado em várias áreas, na filosofia, nas ciências cognitivas, na informática. (Fonte: wikipédia)

O conceito não precisa ser algo diretamente ligado ao projeto. Por exemplo, o meu trabalho de conclusão foi o design de interiores de uma escola de inglês e espanhol. Seria muito óbvio se o conceito fosse EUA ou Espanha e não foi essa a minha vontade.

Sendo assim utilizei o jogo Tetris como conceito. Sim, eu sei, é estranho.

Mas tenho uma explicação:

Quando pensamos em ensino e aprendizagem, podemos considerar que estes são formados por um conjunto de informações que podem ser como peças que formam um quebra cabeça (o conhecimento). O Tetris é um quebra-cabeças, e um dos quebra-cabeças mais famosos e jogados no mundo inteiro.

Sendo ele um assunto tão global, conhecido por praticamente todo mundo, ele foi escolhido para ser meu conceito já que pode ser linkado ao assunto da forma em que citei anteriormente.

O conceito no design de interiores
4.5 (90%) 2 votes

Deixe um comentário